Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Centros de saúde com psicólogos

Nutricionistas vão também reforçar os quadros nas unidades.
Cristina Serra 16 de Novembro de 2016 às 08:37
Telmo Mourinho Baptista (de pé), bastonário da Ordem dos Psicólogos, e Fernando Araújo (ao centro)
Telmo Mourinho Baptista (de pé), bastonário da Ordem dos Psicólogos, e Fernando Araújo (ao centro) FOTO: Tiago Sousa Dias
Todos os Agrupamentos dos Centros de Saúde (ACES) que existem no País (55) vão dar consultas, em 2017, de psicologia e nutrição. Para isso o Governo vai contratar 110 especialistas, o que representa uma despesa pública de cerca de um milhão de euros anuais.

A garantia da contratação de psicólogos e nutricionistas foi dada ontem por Fernando Araújo, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, na cerimónia de inauguração da nova sede da Ordem dos Psicólogos Portugueses, em Lisboa.

Ao CM, Fernando Araújo afirmou que serão contratados 55 psicólogos e 55 nutricionistas para dar uma cobertura nacional nos cuidados de saúde primários. "No Serviço Nacional de Saúde trabalham 500 psicólogos mas há ainda alguns centros de saúde, especialmente na região Norte, que não dispõem destes especialistas. A contratação será feita na sequência da abertura de estágios profissionais", explicou Fernando Araújo.

O governante sublinhou que a contratação de psicólogos para o Serviço Nacional de Saúde contribui para uma poupança de custos, ainda não estimada.

"O recrutamento de especialistas representa um esforço financeiro grande e para isso serão desviadas verbas que seriam aplicadas na medicação inadequada por falta de cuidados especializados", salienta o governante. O Governo irá iniciar em breve negociações com a Ordem e os sindicatos para desbloquear as carreiras dos profissionais.
Ver comentários