CDS quer ouvir ministro do Ambiente com urgência sobre greve de camionistas de combustível

Paralisação decorreu em Aveiras, no Barreiro, em Sines e em Matosinhos, tendo sido impugnados os serviços mínimos.
Por Lusa|16.04.19
  • partilhe
  • 0
  • +
O deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares anunciou esta terça-feira um requerimento para audição urgente do ministro do Ambiente e Transição Energética no parlamento sobre a greve dos motoristas de matérias perigosas, iniciada segunda-feira por tempo indeterminado.

"A iniciativa do CDS é chamar o ministro do Ambiente e da Transição Energética ao parlamento. Queríamos ouvi-lo com a máxima das máximas urgências. Temos a noção de que esta é a semana mais crítica nesta greve e queremos que o ministro venha ao parlamento dar esclarecimentos perante os representantes do povo português", disse à Lusa o parlamentar democrata-cristão, referindo-se à chamada do governante à comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas.

Os trabalhadores reclamam revisão salarial e alterações de regras nas carreiras e o dirigente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) Francisco São Bento previu que os aeroportos de Lisboa e de Faro fiquem sem combustível ao início da tarde.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!