Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Máscaras e distância de dois metros nas obras

Direção-Geral da Saúde publica orientação com regras de prevenção para o setor da construção civil.
Bernardo Esteves 12 de Julho de 2020 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Máscaras e distância de dois metros nas obras
Mais de quatro meses após o primeiro caso de Covid-19 em Portugal, a Direção-Geral da Saúde publicou este sábado uma orientação com as regras de prevenção na construção civil. "Sempre que possível, os trabalhos devem ser realizados garantindo o distanciamento físico de 2 metros entre pessoas", refere o documento, recomendando um distanciamento superior ao preconizado para as escolas, que é de apenas 1 metro.

Os estaleiros devem ter álcool-gel "em diversos pontos , de fácil acesso" e disponibilizar "água e sabão, papel das mãos e caixotes do lixo em todos os locais partilhados pelos trabalhadores e/ou nas zonas de acesso às instalações". É preciso também "garantir a utilização de máscara", indica a DGS.

Os estaleiros devem ter também planos de contingência para lidar com casos suspeitos de Covid-19 e os trabalhadores devem conhecer esses planos. Os equipamentos de trabalho não devem passar "de mão em mão", devendo ser higienizados antes de serem utilizados por outro trabalhador.

A DGS defende também a criação de "circuitos de circulação próprios" para evitar "cruzamento entre pessoas" e a redução "ao mínimo necessário" das reuniões presenciais.

As instalações sanitárias e vestiários devem ser reforçados e o acesso a espaços de refeições realizado por turnos. Deve ser "restringida a entrada de visitantes no estaleiro" e feito um registo que permita identificar quem entrou e com quem contactou, para encontrar eventuais correntes de contágio.

Portugal pode não estar preparado para o ressurgimento da Covid-19
Portugal corre o risco de não conseguir responder a um ressurgimento de casos de Covid-19 no inverno, disse este sábado Ricardo Mexia. "Do ponto de vista de preparação dos recursos, o que constatamos é que não houve planeamento e os problemas da região de Lisboa e Vale do Tejo estão, por demais, à vista", afirmou o presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública.

Entretanto, o grupo de peritos que trabalha com a Direção-Geral de Saúde prevê que o número de infetados deverá começar a subir significativamente três semanas após o início do próximo ano letivo, que arranca a 14 de setembro.

Vacina grátis para novos grupos de risco e grávidas
O Ministério da Saúde pondera alargar a vacinação gratuita da gripe sazonal a grávidas e novos grupos de risco. Em marcha está também a aquisição de dois milhões de doses para o Serviço Nacional de Saúde, num reforço por comparação com as 1,4 milhões de doses adquiridas em 2019. No ano passado a vacina foi gratuita para a população com mais de 65 anos, pessoas internadas ou em lares, profissionais de saúde do SNS e para os bombeiros.

Vacinação da gripe vai ser em Outubro
O secretário de Estado da Saúde, António Sales, declarou que o plano para enfrentar o vírus no inverno passa pelo reforço e antecipação da vacinação da gripe para o início de outubro, "para que os dois vírus não se cruzem".

Concessionários de praia em apuros
Os concessionários de praia queixam-se da diminuição de utentes e dizem que não estão estão a conseguir "fazer face aos prejuízos". O presidente da Federação de Concessionários de Praia diz que situação é grave no Algarve, com perda de turistas na ordem dos 90%.

PORMENORES
Alerta para lares
A Secção Regional do Sul (SRSul) da Ordem dos Enfermeiros alertou para a possibilidade de situações semelhantes à ocorrida em Reguengos de Monsaraz (Évora) se repetirem se os lares continuarem a funcionar com "recursos abaixo do mínimo exigido".

Voos para a Bélgica
As restrições impostas pelas autoridades belgas aos voos que chegam de Portugal, com quarentena obrigatória para quem esteve na região de Lisboa, estão a deixar passageiros e companhias aéreas desorientados devido à falta de informação e de acompanhamento.

Medir temperatura
A ANA - Aeroportos de Portugal reconheceu que a medição da temperatura dos passageiros pode causar "alguns constrangimentos em momentos de maior concentração" de voos de chegada no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Seis casos na Amareleja
Há mais seis casos de Covid-19 no concelho de Moura, num novo foco da pandemia detetado em Amareleja, onde já se registam nove casos.

Testes em Mogadouro
Os testes à Covid-19 feitos a 22 pessoas do Espaço Mais, em Mogadouro, deram negativo, depois de na quinta-feira se saber de um caso positivo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)