Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

24 horas à espera nas Urgências

O aumento dos doentes nas Urgências do Hospital Garcia de Orta, em Almada, provocou esperas que, em alguns casos, chegaram a atingir as 24 horas.
6 de Janeiro de 2010 às 00:30
Muitos doentes esperaram longas horas nos últimos dias no Serviço de Urgências do hospital de Almada
Muitos doentes esperaram longas horas nos últimos dias no Serviço de Urgências do hospital de Almada FOTO: João Cortesão

Os responsáveis do hospital pedem às pessoas para recorrerem a outras unidades de saúde em situações que não sejam urgentes, explicando que a situação é expectável depois do Natal. "Desde o dia 26 que a afluência aumentou até 50%. Não deixámos de atender casos urgentes e emergentes, os outros têm de esperar", disse ao CM o director das Urgências, Estêvão Pape.

A média diária de utentes que acorre às Urgências é de 250 pessoas, mas aumentou para 350. A maioria dos doentes tinha febre e dores sem gravidade, o que não foi caso Nídia Abreu, de 57 anos. Garante que esperou 24 horas e foi embora sem consulta. Só voltou porque as dores abdominais não a largaram. Vítor Fonseca acompanhou a mulher, de 76 anos. Esperaram 18 horas. Em Chaves , o drama foi idêntico com os Bombeiros de Boticas a queixarem-se de terem ficado com as ambulâncias retidas mais de quatro horas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)