Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

27 novos casos num único dia

A maioria dos doentes infectados com o vírus H1N1 não necessita de tomar medicamentos como o Tamiflu, garantiu um especialista. Fernando Maltez, responsável pelo serviço de Infecciologia do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, considerou que "os doentes que clinicamente estejam bem e não inspirem cuidados, ou que não tenham outras patologias que façam deles doentes de risco", não necessitam de tomar o antiviral contra a gripe A. O especialista explicou que os medicamentos especificamente indicados para a gripe A devem ser tomados pelos grupos, em que se incluem "grávidas, pessoas com uma doença metabólica concomitante e doentes imunodeprimidos".
5 de Agosto de 2009 às 00:30
Doentes terão um novo espaço de atendimento no Serviço de Urgência do Hospital de S. João, no Porto
Doentes terão um novo espaço de atendimento no Serviço de Urgência do Hospital de S. João, no Porto FOTO: Epa

Ontem, foram confirmados mais 27 novos casos de gripe A no País, representando o dia em que se registaram mais casos. Em Portugal, já se registaram 369 casos de H1N1 desde o início de Maio.

O Hospital de S. João, no Porto, criou um novo espaço de atendimento para doentes com gripe no Serviço de Urgência. O novo serviço pretende "diminuir a infecção hospitalar nesta situação nova e exigente para todo o sistema de Saúde", explicou fonte hospitalar.

Nas Caldas da Rainha, o Serviço de Atendimento Permanente do Centro de Saúde foi isolado durante o dia ontem, depois de ter sido detectado um caso suspeito de gripe A.

De acordo com os últimos dados da Organização Mundial de Saúde, já morreram 1154 pessoas devido à gripe A.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)