Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

30 anos a dar nova vida ao coração

Primeiro transplante fez o coração de homem salvar uma mulher.
Cláudia Machado 1 de Maio de 2016 às 10:32
Primeira  intervenção colocou Portugal no caminho da inovação
Primeira intervenção colocou Portugal no caminho da inovação FOTO: DR
Há 30 anos, foram considerados ‘deuses’ por muitos. Fintaram a morte, deram nova vida a um coração num peito que não lhe pertencia. Receberam ameaças, ouviram críticas, mas hoje são louvados por terem tido a necessária ousadia de avançar.

Maio - que hoje inicia - é o mês do coração. Mas fevereiro, mês associado ao coração apaixonado, também guarda um pouco da história da cardiologia: no dia 18, decorria o ano de 1986, Portugal despertou para os transplantes cardíacos.


Há três décadas, as mãos do cirurgião Queiroz e Melo depositaram em Eva Pinto, na altura com 54 anos, o coração que antes batia no peito de um homem. A doente viveu mais dez anos com esta dádiva. Como Eva, outras centenas de doentes portugueses tiveram a mesma sorte. Viveram e ainda vivem com um coração novo.

A operação bem-sucedida trouxe consigo um rebuliço que hoje seria impensável. "Coração de homem em peito de mulher" foi um dos vários títulos a surgirem na imprensa da época. O ‘milagre’ despertou atenções positivas e negativas um pouco por todo o País.

"Na altura, ainda havia alguma controvérsia sobre a colheita de órgãos, sobre o que era a morte cerebral. Foi uma pedrada no charco. Era de tal forma novo que fomos o sexto ou sétimo país da Europa a fazer o transplante. Foi uma notícia mundial", recordou o cirurgião Queiroz e Melo durante as celebrações do 30º aniversário da intervenção.


No espaço de cinco anos, entre 2011 e 2015, foram realizados em Portugal 224 transplantes cardíacos, segundo os dados do Instituto Português do Sangue e da Transplantação. O balanço mais recente do organismo revela ainda que, nos primeiros três meses deste ano, já foram concretizadas cinco intervenções desta natureza no País.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)