Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

350 voluntários limpam estuário do Sado

'Mariscar SEM lixo' realiza-se esta quarta-feira.
Lusa 16 de Maio de 2017 às 18:42
Campanha 'Mariscar SEM lixo'
Campanha 'Mariscar SEM lixo' FOTO: Direitos Reservados
Cerca de 350 voluntários de entidades universitárias vão na quarta-feira limpar cinco quilómetros de praia no estuário do Sado, no âmbito da campanha "Mariscar SEM lixo", iniciativa que assinala a 5.ª edição do Dia de Responsabilidade Social nestes estabelecimentos.

"Esta quarta-feira, a Universidade Europeia, o IADE (Instituto de Arte, Design e Empresa) e o IPAM (Instituto Português de Administração de Marketing) vão juntar-se à Ocean Alive, que está a promover esta campanha do 'Mariscar SEM lixo', enquadrando-a no nosso Dia de Responsabilidade Social", disse à Lusa a coordenadora da área de Responsabilidade Social da Universidade Europeia, do IADE e do IPAM, Susana Martins.

A campanha "Mariscar SEM lixo" consiste na recolha de embalagens de sal deixadas pelos mariscadores locais durante a apanha de marisco, sobretudo lingueirão e casulo, em zonas como as praias do estuário do Sado, em Setúbal.

Essas embalagens de plástico são puxadas pelas marés, que depois as "voltam a devolver às praias", poluindo-as, afirmou a responsável.

A recolha de quarta-feira insere-se num dia em que "as escolas param" e não há aulas, para que toda a comunidade académica possa participar.

Segundo a coordenadora, o principal objetivo é "sensibilizar os professores, os estudantes e elementos do 'staff' para a importância do voluntariado e de ter uma experiência em que se faz alguma coisa pelos outros ou pelo ambiente".

Susana Martins acrescentou que este dia pretende também "deixar o bichinho" para que os participantes desenvolvam por si próprios a iniciativa de serem voluntários, uma vez que para muitos é a "primeira vez que tomam contacto" com esta experiência.

A responsável considerou ainda que a educação "passa muito" por criar uma consciência cívica e ambiental.

A universidade tem trabalhado no sentido de "mapear" os alunos que já são voluntários em instituições e também os que "desejariam ser, mas não sabem em que portas bater".

"Queremos que os nossos alunos entendam que responsabilidade social não é só lixo em praias, há muito mais a fazer e muito mais a implementar", sublinhou a coordenadora.

Em anos anteriores, a Universidade Europeia assinalou este dia com ações como a limpeza da mata nacional de Leiria e da tapada nacional de Mafra, a limpeza da área de lazer e florestal do parque natural de Monsanto (Lisboa) e a recuperação do campus social da Santa Casa da Misericórdia da Amadora.

O Dia de Responsabilidade Social nestes estabelecimentos realiza-se todos os anos no mês de maio e contou já com a participação de um total de mais de mil voluntários.

A campanha "Mariscar SEM lixo" existe há dois anos e são organizadas todos os meses ações de limpeza de praia e sensibilização, tendo sido recolhidas, desde o início de 2017, mais de 28.000 embalagens de sal.

Para Susana Martins, o trabalho da Ocean Alive "deixa refletir o quão necessário é educar, formar e sensibilizar os pescadores" para que "não estraguem o sítio de onde recolhem o fruto do seu dia-a-dia, o seu ganha-pão".
voluntários sado estuário limpeza lixo universitários estudantes Mariscar SEM lixo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)