Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

44 praias foram cheias com areia no Algarve

Em média, houve duas intervenções por ano na última década.
José Carlos Eusébio 21 de Junho de 2018 às 08:54
Areais algarvios foram reforçados durante os últimos meses com enchimentos em vários locais
Areais algarvios foram reforçados durante os últimos meses com enchimentos em vários locais FOTO: Pedro Noel da Luz
Um total de 44 praias do Algarve já foram alvo de alimentação artificial dos areais. Só na última década foram realizadas, em média, duas intervenções por ano. Até ao final de 2020, deverão ser cheias mais 12 praias.

Segundo um relatório técnico da Agência Portuguesa do Ambiente sobre a alimentação artificial de praias, 31 intervenções tiveram lugar no Barlavento Algarvio e 13 no Sotavento.

O concelho com maior número de operações de enchimento é Portimão (11), seguido pelo de Tavira e Loulé (oito, cada) e Lagoa (seis). No global, foram depositados nas praias 10.4 milhões de metros cúbicos de areia. O número de intervenções, no Algarve, representou 33% do total nacional.

"A praia da Rocha constitui exemplo de sucesso notável em termos de longevidade do enchimento realizado em 1970", segundo revela o relatório. A largura desta praia cresceu dos iniciais 120 metros para os atuais 200 metros.

Pelo contrário, as três intervenções realizadas, desde 1997 até 2017, na praia de Vale do Lobo não tiveram tanto sucesso. O areal chegou a atingir os 120 metros de largura, após o primeiro enchimento, e agora tem metade desse tamanho.

Entretanto, o Plano de Ação Litoral XXI prevê o investimento, até ao final do ano de 2020, de mais de 12 milhões de euros no reforço das praias de Alvor Nascente e Vau (Portimão), Vale do Olival (Lagoa), Armação de Pera (Silves), Oura (Albufeira) e do troço entre Forte Novo e Garrão (Loulé).
Ver comentários