Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

“A nossa marcha é linda!”

O Meo Arena está ao rubro para a segunda noite de exibições das marchas populares de Lisboa.
7 de Junho de 2014 às 22:00
marchas, lisboa, festas, Meo Arena, Mercados, Lumiar, Mouraria, Campolide, Benfica, Alcântara, Bica, Alfama
marchas, lisboa, festas, Meo Arena, Mercados, Lumiar, Mouraria, Campolide, Benfica, Alcântara, Bica, Alfama FOTO: João Miguel Rodrigues

Claques vibrantes nas bancadas incentivam os marchantes dos seus bairros com o típicos gritos: “Ié, Ié, Ié” e “A nossa marcha é linda!”. Nos bastidores, minutos antes da apresentação dos marchantes, disfarçam-se os nervos com gritos de guerra e abraços. 

MERCADOS 

São os comerciantes de Lisboa, que participam sempre extra concurso, que abrem a segunda noite de exibições. São recebidos com uma grande ovação. Mostram, como habitualmente, o dia a dia nos mercados e fazem uma homenagem com um trono gigante a Anita Guerreiro, a sua madrinha de sempre, que este ano se despede.

LUMIAR

De vermelho e verde vestida, a marcha (elas vão de vendedoras de cravos e eles de capitães) evoca os 40 anos do 25 de abril. A freguesia esteve ligada à revolução dos cravos, pois foi no Lumiar que funcionavam os estúdios da RTP, ocupados por elementos da Escola Prática de Administração Militar.

MOURARIA

Apresenta-se com o tema “Nesta Mouraria popular, nasceu a Severa para cantar”. Mantendo sempre o fado como mote, apresenta algumas inovações. Elas vão de vendedeiras e eles de cauteleiros.

CAMPOLIDE

Segue-se Campolide, que está de regresso à competição. A marcha apresenta o tema “Campolide espelha fidalguia”. Elas vão de damas e  eles de fidalgos, com cartola. Nos arcos, o papel dourado faz de espelhos gigantes.

BENFICA

É a vez de Benfica, uma da marchas mais antigas em competição, entrar em cena. Conhecida como a marcha dos saloios, não foge às raízes e apresenta inovações. Numa das letras, faz homenagem a Anita Guerreiro e Beatriz Costa, duas antigas madrinhas.

ALCÂNTARA

Recebida por uma claque vibrante, Alcântara vem de carroça. Eles são carroceiros com um figurino estilizado e elas são vendedeiras e lavadeiras. Amarelo, verde e vermelho são as cores dominantes.

BICA

De rosa e azul vestida, a marcha da Bica é recebida aos gritos de “A Bica é linda!”. Varinas e pescadores mostram as tradições do bairro. Elas vão dentro de um barco e num dos momentos surgem pregões à sardinha e ao carapau.

ALFAMA

A segunda noite de exibições termina com Alfama, campeã em título. Com um rico figurino, apresenta o tema “Gira o Sol sobre Lisboa”. É á volta da famosa luz de Lisboa, e em particular no bairro, que a marcha apresenta as suas coreografias. Nos arcos, levam girassóis.

Terminada a segunda noite de exibições (a competição prossegue neste domingo com as marchas da Graça, Castelo, Belém, Carnide, Beato, Madragoa e Alto do Pina) é agora tempo das marchas que já se apresentaram retemperarem forças e corrigir pormenores para o grande desfile na avenida, na noite de 12 para 13.

marchas lisboa festas Meo Arena Mercados Lumiar Mouraria Campolide Benfica Alcântara Bica Alfama
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)