Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Abatimento de sobreiros em Braga considerado "atentado ambiental"

A Junta de Mira de Tibães, em Braga, classificou como "atentado ambiental" o abate de mais de uma dezena de sobreiros.
11 de Outubro de 2014 às 21:36
Sobreiros abatidos
Sobreiros abatidos FOTO: D. R.

O presidente da Junta de Mira de Tibães, em Braga, classificou este sábado de "atentado ambiental" o abate de mais de uma  dezena de sobreiros na freguesia, sublinhando que quem licenciou a operação "não sabia o que estava a fazer".

"Além de se tratar de uma espécie protegida, estamos a falar de sobreiros seculares", disse José Magalhães à Lusa. Acrescentando que a licença para o abate foi emitida em nome de um particular, o autarca disse ter "sérias dúvidas" acerca da propriedade daquele terreno, admitindo que o mesmo possa estar no domínio público.

"É uma questão que no decorrer da próxima semana vamos tirar a limpo", afirmou.

Segundo José Magalhães, a licença foi emitida pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e abrange um total de 16 sobreiros,  dez dos quais foram hoje abatidos. A população da freguesia foi "surpreendida" pelo abate e concentrou-se no local para contestar o avanço dos trabalhos.

sobreiros abate Braga Mira de Tibães
Ver comentários