Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Acusa dentista de lhe destruir boca

Mulher está há mais de dois anos à espera de uma resposta.
Cristina Serra 2 de Março de 2015 às 08:30
Natividade Barreiros ainda não obteve resposta às queixas
Natividade Barreiros ainda não obteve resposta às queixas FOTO: Vítor Mota

Natividade Barreiros acusa uma dentista da clínica Quinta do Janeiro, em Almada, de negligência na colocação de um pivô, que lhe destruiu a gengiva. Apresentou queixa na Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) e na Entidade Reguladora da Saúde. Dois anos e cinco meses depois, ainda aguarda uma resposta, essencial para acionar o seguro. Exige 15 mil euros de indemnização.

"A médica destruiu-me a boca ao colocar o pivô [peça metálica] na gengiva sem ter feito antes um raio-X. Só mais tarde, ao colocar o dente, é que viu que não tinha osso para o implante e abriu-me um buraco na gengiva", explica Natividade, de 63 anos. A utente apresentou queixa na OMD a 1 de outubro de 2012. "Estou à espera de uma resposta e de uma solução."

A médica dentista Sandra Dedeiras recusou prestar esclarecimentos ao Correio da Manhã, remetendo-se ao "sigilo profissional".

Ao CM, o Conselho Deontológico e de Disciplina da Ordem dos Médicos Dentistas afirmou que, dada a "natureza sigilosa" do caso, os "esclarecimentos são fornecidos aos visados".

dentista acusação Ordem
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)