Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Agência Europeia admite risco de escassez de medicamentos devido ao coronavírus

EMA está a monitorizar de perto "o potencial impacto do surto de Covid-19".
Lusa 10 de Março de 2020 às 11:17
Medicamentos
Medicamentos
Medicamentos
Medicamentos
Medicamentos
Medicamentos
A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) admitiu esta terça-feira que "não podem ser excluídos" problemas de escassez de medicamentos no quadro da propagação do novo coronavírus, mas disse que esse ainda não é o caso.

Em comunicado, a EMA indica que, em conjunto com os seus parceiros da rede europeia de autoridades responsáveis pelos medicamentos, está a monitorizar de perto "o potencial impacto do surto de Covid-19 nas cadeias de fornecimento farmacêutico na UE".

A agência diz que até ao momento não foram reportados problemas, mas sustenta que, "à medida que a emergência de saúde pública progride, escassez ou perturbações [no fornecimento] não podem ser excluídas".

Agência Europeia de Medicamentos EMA saúde tratamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)