Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Agrovouga abre com manifestação

No dia em que a Agrovouga – denominada feira nacional do bovino leiteiro – abre portas, dezenas de agricultores vão manifestar-se, em Aveiro, para exigir do Governo medidas para o sector que, dizem, vive dias de agonia. Desta vez, não haverá tractores nas ruas, mas os protestos são os mesmos de há anos e que se têm repetido no dia da abertura do certame, que decorre de hoje até 30 de Setembro no recinto da Aveiro Expo.
21 de Setembro de 2012 às 01:07
Agricultores deixam os tractores em casa e manifestam-se a pé na cidade de Aveiro
Agricultores deixam os tractores em casa e manifestam-se a pé na cidade de Aveiro FOTO: paulo novais/lusa

"O baixo preço pago aos agricultores pelo litro do leite e pela carne está a levar muitas explorações à falência", afirma Albino Silva, responsável da Associação da Lavoura do Distrito de Aveiro (ALDA). O dirigente não acredita que este protesto possa ter reflexos imediatos, mas garante que, a seu tempo, encontrará uma resposta nos responsáveis do Governo.

O protesto está marcado para as 11h00, seis horas antes da abertura oficial da Agrovouga, agendada para as 17h00.

A feira , que durante décadas se realizou em Aveiro, regressa ao Parque de Feiras e Exposições da cidade, após um ano de interregno por dificuldades financeiras. De volta está também o Concurso Regional de Aveiro da Raça Holstein Frísia, suspenso desde 2007, recuperando, assim, o evento que esteve na génese do certame. Este concurso, a par do Concurso Nacional da Raça Marinhoa, é apontado como o momento alto da mostra, que apresenta ainda, pelo quarto ano seguido, o Concurso Melhor Queijo. Este ano, o sector da floricultura também regressa à Agrovouga. 

agrovouga protestos manifestação feira bovino leiteiro governo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)