Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Alergias nas praias são um mistério

163 pessoas queixaram-se de comichões e irritação na pele, desde dia 10. Banhos continuam desaconselhados
19 de Julho de 2013 às 01:00
Ontem, na praia de São Pedro, no Estoril, os banhistas resguardaram-se e poucos arriscaram ir a banhos
Ontem, na praia de São Pedro, no Estoril, os banhistas resguardaram-se e poucos arriscaram ir a banhos FOTO: Vítor Mota

A causa para as alergias na pele sentidas por 163 banhistas das praias da Costa da Caparica (Almada) e linha de Cascais, desde o dia 10, é ainda um mistério e, por isso, os banhos continuam desaconselhados. Só na quarta-feira foram registadas 80 queixas nas praias da Margem Sul e 12 na praia de S. Pedro do Estoril, devido a comichões e irritações na pele. As várias entidades vão continuar a monitorizar a situação, através de novas análises e introdução de "novas variáveis no estudo".

As autoridades consideram que se trata de "um problema de saúde pública", pelo número de pessoas afetadas e não pela gravidade da situação. Para a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), trata-
-se de uma situação "temporária"."Foi posta de parte qualquer descarga que possa ter contaminado a água" - uma informação já confirmada pela ministra do Ambiente, Assunção Cristas, que garante que vão continuar os trabalhos de análise. A APA revela também que as microalgas não têm qualquer relação com os sintomas manifestados pelos banhistas. Da mesma forma, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) explicou ao CM que não há nenhuma irregularidade nos organismos presentes na água - nenhuma espécie estranha, nem quantidades anormais. "O único fator fora do padrão da normalidade é o aquecimento rápido da água nos últimos dias", explicou Miguel Miranda, presidente do IPMA.

Com a bandeira amarela e os avisos, na manhã de ontem, muitos dos banhistas da Costa da Caparica optaram por ficar apenas pelo areal. "Ouvimos os avisos e preferimos não arriscar, até porque o tempo não ajuda muito", explicavam. Ainda assim, os chuveiros da praia de São João do Estoril permitiram, a alguns, uma ida ao mar: "Vamos ao mar e depois, para prevenir, passamos por água doce", referiram alguns banhistas, cumprindo a recomendação da APA. Mas o ‘truque' não foi seguido por todos aqueles que não desperdiçaram uma ida ao mar, apesar de ser desaconselhável.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO EM PAPEL DO JORNAL 'CORREIO DA MANHÃ'

PRAIAS ALERGIAS ALGAS ÁGUA AMBIENTE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)