Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Seis mortos e 780 infetados por coronavírus nas últimas 24 horas

Há menos quinze pessoas internadas, duas delas estavam nos cuidados intensivos.
Correio da Manhã 18 de Setembro de 2020 às 14:44
Covid-19, coronavírus, Portugal, Lisboa
Covid-19, coronavírus, Portugal, Lisboa FOTO: Getty Images
O número de mortos por Covid-19 voltou a aumentar em Portugal esta sexta-feira: mais seis pessoas morreram da doença. Os seis óbitos registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo.

De acordo com o boletim da DGS, há mais 780 infetados nas últimas 24 horas, perfazendo um total de 67 176 confirmados. Dos infetados desta sexta-feira, 250 são da Região do Norte, 426 são da Região de Lisboa e Vale do Tejo, 46 na Região do Centro, 36 no Alentejo, 20 no Algarve. A Madeira registou mais dois infetados.

Há 465 pessoas internadas, menos quinze que esta quinta-feira, e 57 delas encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos.

Existem 265 surtos ativos, a maioria dos quais na região do norte e Lisboa e Vale do Tejo. A taxa global de letalidade situa-se nos 2,8%.

No dia 16 de setembro, foi registado um novo recorde de testes, sendo que o SNS tem reforçado a capacidade de testagem.

De momento existe 71% de taxa de ocupação das Unidades de Cuidados Intensivos de nível três.

"A vida é mais completa do que fechar ou confinar e esta nas mãos de cada um de nós", disse a ministra da Saúde, Marta Temido na habitual conferência de imprensa aos jornalistas para a atualização dos dados no País.

A ministra relembrou que "nenhuma medida isolada é suficiente para controlar a doença".

O valor médio do RT de 9 a 13 de setembro foi de 1.15. De acordo com o médico Baltazar Nunes, "estamos agora numa terceira fase de crescimento", em linha com a situação europeia.

Reunião com o Santuário de Fátima
Para segunda-feira está agendada uma reunião com o Secretário de Estado adjunto e da saúde em Fátima, para discutir detalhes em relação ao 13 de outubro.

Vacinas da gripe vão ser administradas mais cedo
A diretora-geral da saúde, Graça Freitas anunciou também que a vacinação para a gripe vai inicia-se a 28 de setembro, uma medida que foi antecipada em relação a 2019. A primeira fase vai contar com cerca de 350 mil doses que serão gratuitas para grávidas e residenciais para idosos.

Remodelações no Governo "fazem parte"
Sobre as remodelações no Governo, nomeadamente a saída de Jamila Madeira do cargo de Secretária Adjunta da Saúde, Marta Temido referiu que as remodelações "fazem parte" e são "normais" na dinâmica dos governos.

Jamila Madeira mostrou-se esta quinta-feira "surpreendida" com a opção da ministra, mas sublinhou que sai "de consciência tranquila de missão cumprida com a certeza de que fiz tudo o que estava ao meu alcance num ano particularmente inédito".

Conselhos aos jovens
"Peço a todos que tenham presente que a saúde daqueles que lhes são queridos depende dos seus comportamentos individuais", relembrou a Ministra da Saúde, Marta Temido, apelando aos comportamentos tidos com os amigos em contexto social.

Sobre as concentrações à porta das escolas, a ministra da saúde avançou que o Governo está à procura de soluções alternativas para esses casos.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Portugal Covid-19 questões sociais infetados coronavírus mortes casos infeção recuperados
Ver comentários