Alerta de tsunamis demora 5 minutos

Primeiro centro de alerta precoce do País funciona no Instituto do Mar e da Atmosfera.
Por Edgar Nascimento e Tatiana Santana|26.11.17
O primeiro Centro Regional de Sistema de Alerta Precoce de Tsunamis em Portugal foi inaugurado ontem, em Lisboa. O novo mecanismo, instalado e gerido no Instituto Português do Mar e da Atmosfera, permite prever os efeitos dos tsunamis, através de dados recolhidos no Atlântico.

Segundo a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, o centro representa um investimento de "apenas" um milhão de euros. A governante defendeu que o valor representa um acréscimo de segurança para a população e permite que o País integre a rede internacional.

O sistema de alerta português é atualizado de cinco em cinco minutos, mas globalmente a informação demora 15 minutos. Enquadrado na rede nacional de sismómetros e marégrafos, conta com a cooperação da Direção-Geral do Território e do Instituto Hidrográfico. O equipamento, que serve para melhorar a coordenação e antecipação da Autoridade Nacional de Proteção Civil, foi pensado e criado após o tsunami que afetou a Indonésia, em 2004.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!