Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Alunos acusam professor de agressão

Dois alunos, de 14 e 15 anos, acusam um professor de Educação Física da Escola Básica 2,3 Neves Júnior, de Faro, de agressão. Ambos confirmam o acto violento com hematomas, num ombro e numa anca, que dizem terem sido provocados pelo docente.
18 de Março de 2009 às 00:30

Um dos jovens queixou-se a um elemento do programa Escola Segura da PSP, que elaborou uma participação do caso,  entregue  ao Ministério Público de Faro.

"O meu filho e outro colega estavam a comer pevides de abóbora e deitaram as cascas para o chão do pavilhão onde estava a decorrer uma aula de educação física", explicou ao CM Cláudia Silva, mãe de um dos alunos. O professor terá exigido que limpassem o chão e até foi buscar uma pá e uma vassoura. "Os miúdos recusaram e o professor ter-se-á descontrolado, agarrou neles com violência, um de cada vez, e colocou-os fora do pavilhão", afirma. Apesar de reconhecer "a atitude incorrecta dos jovens", Cláudia quer ver apurado o caso, "pois nada justifica as agressões de um professor a estudantes".

Francisco Soares, presidente do Conselho Executivo da EB 2,3 Neves Júnior, confirmou  ao CM a ocorrência, afirmando "estar a preparar um processo" que lhe permita tomar medidas disciplinares a curto prazo.

"O professor confirmou-me que expulsou os alunos, por estarem a prejudicar uma aula. Face à sua recusa, pegou-lhes no braço para os expulsar, estranhando os hematomas", disse.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)