Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Alunos de Viseu encerraram escola

Os alunos da Escola Básica 2/3 Azeredo Perdigão, em Viseu, encerraram esta segunda-feira os portões da escola e manifestaram-se contra a política educativa da ministra Maria de Lurdes Rodrigues, a quem acusam de os estar os estar a prejudicar.
17 de Novembro de 2008 às 14:17
Os alunos voltaram aos protestos
Os alunos voltaram aos protestos FOTO: d.r.

Pela manhã, a PSP retirou os cadeados dos portões, mas cerca de uma centena de estudantes manteve-se cá fora, exibindo camisolas onde se podia ler “Ministra para a rua, a luta continua”. Os alunos colocaram ainda uma faixa deixando um aviso para Maria de Lurdes Rodrigues: “Enquanto a ministra não bazar, esta escola vai fechar, chega destas leis, os alunos estão fartos”.

Com o protesto, os alunos pretenderam alertar para a sobrecarga de trabalho a que os professores estão sujeitos, designadamente com o processo de avaliação de desempenho, o que prejudica a sua aprendizagem.

Os estudantes protestaram também contra o Estatuto do Aluno, alegando desconhecerem o despacho assinado pela ministra e que desobriga os alunos com faltas justificadas da realização de um exame suplementar.   

O protesto dos alunos fez-se também ouvir em Amarante, onde centenas de alunos do ensino secundário se manifestaram em frente à Câmara Municipal, tendo entregue ao presidente da autarquia uma carta de protesto contra as políticas educativas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)