Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Alunos esperam por professores

Ainda não foram colocados os 28 professores que deviam estar a assegurar as AEC - Actividades de Enriquecimento Curricular nas escolas do 1º Ciclo do concelho de Olhão. Cerca de 2000 alunos e respectivas famílias estão a ser prejudicados com o atraso.

11 de Novembro de 2011 às 01:00
Associação de pais da Escola José Carlos da Maia protesta contra a falta de professores das AEC
Associação de pais da Escola José Carlos da Maia protesta contra a falta de professores das AEC FOTO: Luís Costa

"O horário de funcionamento das escolas é incompatível com os horários de trabalho da maioria dos pais e encarregados de educação, causando transtorno às famílias", diz Ana Maria Herculano, presidente da Associação de Pais do Agrupamento de Escolas José Carlos da Maia.

"Só no concelho de Olhão é que as AEC não estão a funcionar e a câmara e a Direcção Regional de Educação não dão garantia sobre a data de início destas actividades".

António Miguel Pina, vereador com o pelouro da educação na Câmara de Olhão, diz que "os pais têm toda a razão em protestar". O autarca explica que a edilidade, por ter atingido o nível máximo de endividamento, não pode efectuar contratações sem autorização do Ministério das Finanças.

"O processo foi para o Governo, em Agosto, e talvez pela ‘cor do papel’ [autarquia é PS] ainda não foi despachado favoravelmente", ironiza o vereador. "O controlo do défice não justifica esta aberração", conclui.

OLHÃO ESCOLA ENSINO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)