Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Alunos põem canos a dar luz

Um grupo de cinco alunos da Escola Secundária do Cartaxo criou um dispositivo inovador que utiliza a pressão da água das canalizações domésticas para gerar energia eléctrica. Na apresentação do projecto, que decorreu ontem, o fluxo de uma boca-de-incêndio produziu electricidade suficiente para acender várias lâmpadas de uma maqueta construída com materiais recicláveis.

7 de Maio de 2009 às 00:30
Os alunos e a sua professora junto à maqueta do projecto que aproveita a água dos canos para fazer energia
Os alunos e a sua professora junto à maqueta do projecto que aproveita a água dos canos para fazer energia FOTO: João Nuno Pepino

O dispositivo, designado ‘A Duplo’, foi construído quase a custo zero, nas aulas da área de projecto e pode ter várias aplicações, se for desenvolvido a nível industrial. Os alunos do 12ºB vão registar a patente e desejam que uma grande empresa pegue na ideia.

O conceito é simples. No fundo, trata-se de transpor o funcionamento de uma barragem, com base em turbinas e geradores, e aplicá-lo à escala da rede de abastecimento de água. A obtenção de energia varia em função da pressão e pode resultar em ganhos energéticos importantes, "em centros de distribuição, sistemas de rega ou canalizações industriais", disse Rodrigo Sousa, um dos estudantes.

"De início, pensámos logo fazer algo na área das energias renováveis", adiantou Liane Carvalho, explicando que o projecto começou por "tentar utilizar a energia hídrica para obter calor e aquecer a água". Depois decidiram-se por um que produz electricidade. A professora da disciplina, Manuela Candeias, está satisfeita com os seus alunos: "Gostava de lhes dar um merecido 20."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)