Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Amadora só atende grávidas urgentes

Carência de obstetras obriga a encaminhar pacientes para Hospital São Francisco Xavier (Lisboa).
João Saramago 4 de Outubro de 2016 às 01:45
Amadora só atende grávidas urgentes
A partir de amanhã e até dia 30, a Urgência Obstétrica e Ginecológica do Hospital Amadora-Sintra estará condicionada entre as 20h00 e as 08h00. O constrangimento "decorre da falta de médicos de Obstetrícia, um problema de dimensão nacional", referiu fonte do gabinete de comunicação do Hospital Doutor Fernando Fonseca.

Para "prevenir um atendimento deficiente optou-se, em comum acordo com a Autoridade Regional de Saúde, em ‘desviar’ os casos menos urgentes para o Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental [Hospital Francisco Xavier]", divulgou a mesma fonte. A decisão já foi, entretanto, comunicada junto do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e também às corporações de bombeiros de Sintra e de Amadora, concelhos onde vivem cerca de 550 mil pessoas.

Na unidade de saúde, a Urgência Externa de Ginecologia e Obstetrícia permanece aberta, assegurando a triagem de todas as utentes inscritas, podendo o seu seguimento ser limitado a situações clínicas consideradas emergentes.

A decisão foi tomada no cumprimento das orientações da Ordem dos Médicos, no que diz respeito ao número máximo de horas extraordinárias dos médicos internos das especialidades.
Amadora-Sintra hospitais grávidas urgências
Ver comentários
C-Studio