Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Ameaçam parar ambulâncias

A Liga dos Bombeiros Portugueses voltou ontem a fazer um ultimato ao Governo para que "seja sensível" às dificuldades económicas das corporações, provocadas pela portaria que regula o transporte de doentes não urgentes. Jaime Soares, presidente da LBP, diz querer "manter diálogo com a tutela", mas garante que os bombeiros "estão prontos para tudo, incluindo deixar de fazer o transporte" de doentes.

20 de Maio de 2012 às 01:00
Liga dos Bombeiros e federações reuniram-se ontem em Fátima
Liga dos Bombeiros e federações reuniram-se ontem em Fátima FOTO: Rui Miguel Pedrosa

Segundo apurou o CM, na reunião entre a LBP e todas as federações distritais, realizada ontem em Fátima, alguns dirigentes colocaram a hipótese de os bombeiros "suspenderem de imediato" o serviço de transporte de doentes, mas no final vingou o consenso de "dar mais uma oportunidade" ao Governo.

O presidente da LBP critica a forma como a tutela está a tratar os bombeiros, pois "pediu-lhes para investir em equipamento e formação de recursos humanos e agora esquece-se deles. Economiza uns euros mas os utentes são prejudicados", diz Jaime Soares, frisando que a asfixia financeira de muitas corporações já levou "ao despedimento de mais de 600 funcionários".

BOMBEIROS SAÚDE AMBULÂNCIAS DOENTES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)