Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

ANTRAM aceita negociar com sindicato dos motoristas de matérias perigosas caso sejam cumpridos os serviços mínimos

Paralisação dos trabalhadores decorreu em Aveiras, no Barreiro, em Sines e em Matosinhos.
Lusa 16 de Abril de 2019 às 13:04
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis
Combustíveis

A Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) aceita negociar com o sindicato dos motoristas de matérias perigosas, em greve desde segunda-feira, desde que os serviços mínimos decretados pelo Governo sejam respeitados.

"A ANTRAM informa que a disponibilidade para considerar sentar-se à mesa com este sindicato depende, desde logo, do cumprimento de dois requisitos: cumprimento dos serviços mínimos decretados pelo Governo e término da greve", refere a associação em comunicado.

O Governo aprovou esta terça-feira uma resolução do Conselho de Ministros que reconhece a necessidade de requisição civil no caso da greve dos motoristas de matérias perigosas, que começou na segunda-feira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)