Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Aperto no coração confundido com velhice

Um em cada 15 portugueses com mais de 80 anos (cerca de 33 mil) sofre de estenose aórtica, doença que faz diminuir o fluxo de sangue que sai do coração. Muitos dos sintomas são confundidos com o processo natural de envelhecimento. O aumento da esperança de vida em Portugal fez disparar o números de casos.

26 de Agosto de 2012 às 01:00
A estenose aórtica é uma doença potencialmentefatal e afecta mais os idosos. Estima-se que existam em Portugal, cerca de meio milhão de pessoas com mais de 80 anos.
A estenose aórtica é uma doença potencialmentefatal e afecta mais os idosos. Estima-se que existam em Portugal, cerca de meio milhão de pessoas com mais de 80 anos.

"A estenose aórtica é uma doença potencialmente fatal e a terceira idade é a mais afectada com o aperto da válvula aórtica queestrangula o sangue quando sai do coração. A esperança média de vida em Portugal aumentou cinco anos na última década, situando-se hoje nos 78 anos. Se há mais idosos, há mais doenças degenerativas", alerta o cardiologista do Hospital de Santa Cruz Rui Teles. Quase meiomilhão de portugueses, recorde-se, tem mais de 80 anos.

Os que sofrem desta doença do coração têm frequentemente desmaios, dor no peito e muito cansaço. Contudo, estes sintomas são muitas vezes confundidos, pelos familiares, com as características próprias da velhice. "A família não distingue ossintomas e associa ao facto de a pessoa ter mais de 80 anos e ter menos capacidades", explica.

A alternativa terapêuticainiciada em Portugal há cinco anos – o implante percutâneo da válvula aórtica – que permite a substituição não-cirúrgica da válvula aórtica em doentes com um risco muito elevado para acirurgia de coração aberto, já actuou em 220 casos, entre o Hospital de Santa Cruz, o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e o Hospital de Santa Marta.

Porém, a técnica ainda é "o calcanhar de Aquiles da cardiologia", de acordo com Rui Teles, que acrescenta que para Portugal ter uma média igual à da União Europeia, devia realizar 450 implantes por ano. "Estamos na cauda da Europa, devido à falta de equipas, salas, equipamentos e orçamento para pôr estas válvulas", justifica.

 


DISCURSO DIRECTO

"DOENTES CONSEGUEM RECUPERAR EM OITO DIAS", Rui Teles, Cardiologista do Hospital de Santa Cruz 

Correio da Manhã – Como éfeito o implante percutâneo da válvula aórtica?

Rui Teles – Há a inserção de uma pequena prótese por via de um cateter, não sendo necessária a abertura da caixa torácica e anestesia profunda.

– Qual é o tempo derecuperação?

– Normalmente oito dias. É mais rápido do que na cirurgia clássica, que é de três a seis meses. Quando vão para casa, os doentes ganham autonomia e recuperam a qualidade de vida muito depressa. Contudo, como os recursos neste momento são limitados, estamos a seleccionar os casos mais graves. Até agora, apenas três centros hospitalares dispõe desta terapêutica.

– Como se detecta a doença numa primeira fase?

– A estenose aórtica é muito fácil de detectar. O médico ao auscultar o paciente, ouve um sopro quando passa pela válvula e este é o primeiro sinal de alerta.

CONSULTÓRIO CM: CIRURGIA PLÁSTICA

Pequenas cirurgias melhoram a sua aparência, por Dr. Mário Jorge Santos

Fiz uma rinoplastia no final do mês de Junho e não tenho apanhado sol desde então. Gostava de saber se existem contra-indicações à exposição solar e se é seguro fazê-lo durante este mês?, Manuela Nogueira, Lisboa

Não deve expor-se directamente ao sol no primeiro mês. Frequentemente os pacientes apresentam hematomas nas pálpebras e face. O sol pode provocar alterações da coloração da pele e ainda agravar o edema.

Tenho duplo queixo. O que posso fazer para tratar deste problema estético que tanto me desagrada?, Cristina Nascimento, Moita

Pacientes jovens e com uma boa tonicidade da pele podem ter o problema resolvido com uma pequena lipoaspiração feita com anestesia local. Flacidez cutânea e grande acumulação de gordura devem ser corrigidos com um lifting cervical. A recuperação é de cerca de duas semanas e poderá exigir a utilização de uma malha compressiva no pescoço durante uma ou duas semanas.

Há já alguns anos que não gosto da minha expressão facial, devido aos papos que tenho debaixo dos olhos. Já ouvi falar em cirurgias para os remover, mas tenho receio. O que me aconselha?, André Saramago, Póvoa de Varzim

Se apresentar apenas bolsas de gordura estas podem serretiradas com uma pequena intervenção com anestesia local que não deixa cicatrizes visíveis – o pequeno corte é feito na conjuntiva. Se tiver excesso de pele este deve ser retirado; a cicatriz fica junto às pestanas e é imperceptível – ou pode ser tratado com laser co2.

Tenho uma marca de nascença na cara. É aconselhável retirá-la?, João Carvalho, Coimbra

Uma malformação vascular ou um hemangioma – normalmente manchas avermelhadas – podem frequentemente ser retiradas com laser. Nevos(sinais castanhos, muitas vezes com pêlos) requerem normalmente uma pequena cirurgia com anestesia local e as marcas dependem das dimensões e localização. Retiram-se quando os pacientes assim o desejam ou quando sofrem alterações de coloração, dão prurido (comichão), sangram ou aumentam de tamanho. 

CORAÇÃO SAÚDE ESTENOSE AÓRTICA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)