Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Apiterapia trata varizes, herpes labial e rugas

Veneno das abelhas é aplicado através de picadas na zona a tratar.
Cláudia Machado 16 de Julho de 2017 às 10:19
Apiterapia usa as abelhas  e o mel para os mais variados tratamentos de doenças ou mesmo de questões estéticas
Da esquerda para a direita: pólen, geleia real, veneno das abelhas e pão de abelha
Tratamento pode ser realizado em várias zonas do corpo
Técnica japonesa envolve a remoção do ferrão da abelha, que depois é usado nos vários pontos a tratar. Pode servir para aplicar desde uma a 100 picadas
Apiterapia usa as abelhas  e o mel para os mais variados tratamentos de doenças ou mesmo de questões estéticas
Da esquerda para a direita: pólen, geleia real, veneno das abelhas e pão de abelha
Tratamento pode ser realizado em várias zonas do corpo
Técnica japonesa envolve a remoção do ferrão da abelha, que depois é usado nos vários pontos a tratar. Pode servir para aplicar desde uma a 100 picadas
Apiterapia usa as abelhas  e o mel para os mais variados tratamentos de doenças ou mesmo de questões estéticas
Da esquerda para a direita: pólen, geleia real, veneno das abelhas e pão de abelha
Tratamento pode ser realizado em várias zonas do corpo
Técnica japonesa envolve a remoção do ferrão da abelha, que depois é usado nos vários pontos a tratar. Pode servir para aplicar desde uma a 100 picadas
Tem cinco mil anos, mas só recentemente começou a despertar curiosidade na área da estética. A apiterapia garante bons resultados no tratamento de problemas como o herpes labial, as varizes e até no preenchimento das rugas.

"Esta é uma medicina alternativa que nasceu na China e que utiliza os produtos das abelhas", explica António Couto, apiterapeuta com 19 anos de experiência. "Recentemente, há cerca de 10 anos, surgiu uma curiosidade muito grande sobre o potencial do veneno das abelhas para a cosmética", acrescenta o especialista, dando um exemplo: "O veneno pode eliminar completamente uma cicatriz. Leva tempo, mas é possível."

Mas há mais problemas de saúde e estéticos que podem ser combatidos por este inseto. "Trato muitas pessoas com herpes labial e é uma das situações em que se vê o efeito mais rapidamente", refere António Couto. As picadas das abelhas podem também ser usadas para disfarçar "rugas faciais" e tratar varizes. "As varizes são zonas onde o sangue não circula facilmente. Com o veneno, aplicado à volta e não diretamente, é facilitada a irrigação de sangue naquela área", afirma o especialista.

Produtos das colmeias dão origem a superalimentos  
Às abelhas há sempre a tentação de associar o doce sabor do mel. Este produto tem vários benefícios para a saúde e que são aplicados na apiterapia. Mas as colmeias guardam outras ‘armas’ que podem ser fortes aliadas da saúde, sobretudo no que diz respeito à alimentação.

"Um quilo de pólen tem três vezes mais proteína do que um quilo de carne de vaca", explica António Couto, apiterapeuta. O produto encontra-se em pequenos grãos.

No interior concentram-se as partículas e o seu verdadeiro potencial. Pode comer-se no estado natural, mas para que os seus benefícios sejam maximizados, os especialistas aconselham que seja diluído num líquido ácido, como sumo de limão. Há também quem comece o dia com uma colher de chá de geleia real, o alimento produzido exclusivamente para as abelhas rainhas.

Outros produtos têm características estimulantes, como é o caso do pão de abelha, que pode ser usado para tratar problemas relacionados com as funções sexuais. Já o veneno tem capacidades anti-inflamatórias.

Primeira consulta com teste a alergias   
A apiterapia "também tem algumas contraindicações", afirma António Couto. A principal diz respeito a reações alérgicas ao veneno das abelhas. "Na primeira consulta fazemos sempre um teste de reação alérgica ao veneno", explica o apiterapeuta. Mas nem sempre este cuidado é necessário.

"Só fazemos o teste se for necessário usar o veneno das abelhas no tratamento. É também preciso saber até que ponto a pessoa é sensível às picadas e aí teremos de avançar mais lentamente", acrescenta.
China António Couto saúde abelhas apiterapia varizes herpes labial rugas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)