Aprovação de ordenado de seis mil euros do bastonário dos Psicólogos contestado

Alguns membros da Assembleia de Representantes da Ordem dos Psicólogos Portugueses consideram o valor excessivo e lesivo da instituição.
Por Lusa|14.03.19
  • partilhe
  • 1
  • +
A Assembleia de Representantes da Ordem dos Psicólogos Portugueses aprovou esta quinta-feira por maioria o ordenado mensal superior a seis mil euros do bastonário, com contestação de alguns membros que consideram o valor excessivo e lesivo da instituição.

"Este regulamento é lesivo para a Ordem e não reflete a realidade dos psicólogos portugueses, a maior parte precários e a ganharem o ordenado mínimo", afirmou à Lusa Ana Conduto, membro da assembleia e voz dos contestatários.

O Regulamento Interno de Remunerações dos cargos Executivos Permanentes nos órgãos da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) acabou por ser aprovado por maioria numa assembleia composta por 50 membros e em que faltaram 20, com a direção a afirmar que apenas confirmou uma situação de facto que ocorre há nove anos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!