Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

ARS Norte abre inquérito para apurar vacinação indevida após polémica com filha de Maria Cerqueira Gomes vacinada

Jovem de 18 anos foi vacinada com a primeira dose da vacina motivando várias críticas.
Correio da Manhã 24 de Junho de 2021 às 22:24
Francisca Cerqueira Gomes
Francisca Cerqueira Gomes FOTO: Direitos Reservados

A ARS Norte abriu um inquérito para apurar a vacinação indevida na zona do Porto após polémica com filha de Maria Cerqueira Gomes vacinada com apenas 18 anos.

"Chegou esta tarde [quinta-feira] ao conhecimento da Task Force a vacinação, aparentemente indevida, de alguns utentes num centro de vacinação do ACeS Porto Oriental. A ARS Norte já solicitou a abertura de um processo de inquérito para se apurar o sucedido. Esta situação, que indicia a prática de atos contrários nas normas e instruções em vigor, será reencaminhada para as entidades competentes", avança fonte da Task Force.

Maria Cerqueira Gomes partilhou nas redes sociais que, esta quarta-feira, a filha Kika de 18 anos foi vacinada na zona do Porto gerando polémica uma vez que esta faixa etária não está por enquanto prevista. Face à polémica, A apresentadora viu-se obrigada a esclarecer que esta quarta-feira "na cidade do Porto e noutras cidades do Norte, abriram ao final do dia 2 horas para pessoas a partir dos 18 anos". 

"Podíamos aparecer sem marcação para tentar controlar a quarta vaga. Eu fui vacinada, a minha filha também... como todos os outros que souberam e tiveram horas como nós à espera de oportunidade", explicou nas redes sociais.

Recorde-se que atualmente estão a ser vacinados, por agendamento central, por auto agendamento ou por agendamento local, os utentes com idade igual ou superior a 30 anos e na modalidade "casa aberta", utentes com idade igual ou superior de 55 anos. A vacinação de doentes abaixo das faixas etárias atualmente previstas não está por isso autorizada, à exceção de utentes com as comorbilidades definidas na norma número 002/2021 da DGS ou outras exceções definidas na mesma norma.

Task Force Porto Oriental ARS Norte Maria Cerqueira Gomes saúde medicina preventiva política
Ver comentários