Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

ASAE apreende 700 kg de carne de borrego vendida como cabrito

Abate clandestino e venda ilegal põem saúde pública em risco.
Mariana Norte 16 de Abril de 2017 às 09:21
As carcaças de borrego eram vendidas como se fossem de cabrito
As carcaças de borrego eram vendidas como se fossem de cabrito FOTO: Helena Poncini
A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica apreendeu 700 kg de carne de borrego vendida como cabrito.

A operação de fiscalização foi realizada em todo o País, durante a última semana, motivada pela Páscoa. No decorrer das fiscalizações, em Torres Vedras foi detetado um armazém para desmancha ilegal de animais, destinados a consumo público, sem inspeção sanitária.

Em Barcelos, Ponte de Lima e São Pedro do Sul foram fiscalizados três talhos por venda proveniente de abate clandestino e um talho que vendia borrego como se fosse cabrito.

Foram instaurados sete processos-crime e apanhadas 60 carcaças no valor de três mil euros. Ontem de manhã, em Benavente e Mirandela, foram apreendidos mais 100 kg de carne, a juntar aos 600 kg já retidos.
Benavente Barcelos Páscoa País São Pedro do Sul Torres Vedras Ponte de Lima Mirandela
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)