Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Associação defende acompanhamento de doentes desnutridos quando saem do hospital

Aníbal Marinho advertiu para a falta de nutricionistas a trabalhar nos hospitais e nos centros de saúde.
Lusa 2 de Setembro de 2019 às 06:00
Médicos
Médicos
Médicos
Médicos
Médicos
Médicos

O presidente da Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica (APNEP) alertou para a necessidade de acompanhar os doentes desnutridos quando têm alta hospitalar para evitar que regressem em pior estado clínico e acabem por morrer no hospital.

Aníbal Marinho advertiu também para a falta de nutricionistas a trabalhar nos hospitais e nos centros de saúde, a escassa informação sobre nutrição nos serviços de saúde e "poucos médicos interessados nesta área" porque "também não se criou a necessidade de formar pessoas para tratar este problema".

Dados da APNEP, que esta segunda-feira é distinguida com um prémio de boas práticas na área da nutrição clínica pela Medical Nutrition Internacional Industry, na Polónia, estimam que anualmente mais de 115 mil doentes em risco nutricional ou malnutridos precisam de apoio nutricional com recurso a nutrição clínica (entérica e parentérica).

APNEP saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)