Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Associação EPIS atribui bolsas a dez escolas

A associação EPIS - Empresários pela Inclusão Social atribuiu esta segunda-feira bolsas sociais no valor total de 38 400 euros a dez escolas que se destacaram no combate ao abandono escolar e promoção da inclusão. As bolsas destinam-se a apoiar estudantes em risco de abandono ou insucesso e suas famílias durante os próximos três anos.
25 de Novembro de 2013 às 20:14
 A Vice-Presidente do Banif, o Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar e o Vice-Presidente da Galp Energia e Presidente da Associação EPIS, entregaram as bolsas
 A Vice-Presidente do Banif, o Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar e o Vice-Presidente da Galp Energia e Presidente da Associação EPIS, entregaram as bolsas FOTO: João Miguel Rodrigues

A cerimónia de entrega das bolsas decorreu na Escola Básica Mestre Domingos Saraiva, em Algueirão (Sintra). Nos últimos três anos, as bolsas sociais da EPIS apoiaram 24 escolas e instituições e premiaram 69 alunos, num investimento de 91 mil euros, graças ao apoio de 33 empresas associadas e parceiras. Os alunos apoiados registaram taxas de aprovação na escola superiores a 90 por cento.

“O número de jovens a precisar de apoio tem vindo a aumentar”, afirmou Luís Palha, presidente da EPIS, revelando que a associação chega a “92 escolas de 87 municípios, através de 264 técnicos de educação que são mediadores para o sucesso escolar”. O responsável sublinhou que a “metodologia de combate ao insucesso da EPIS está a ser usada lá fora em países como o Reino Unido”, tendo permitido já o aparecimento de “1700 novos bons alunos no 3.º ciclo”.

No seu discurso, Luís Palha, que sucedeu na presidência da EPIS ao actual ministro da Economia, Pires de Lima, desafiou o Governo a “apoiar em todo o País” os esforços da associação. Presente na cerimónia, o secretário do Estado do Ensino e da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, garantiu que a EPIS “é a organização que mais recursos humanos recebe todos os anos” por parte do Ministério da Educação, mas mostrou-se “disponível” para conversar.

No seu discurso, Casanova de Almeida dirigiu-se directamente aos alunos presentes na cerimónia e afirmou: “ Contamos com a nova geração para que Portugal não caia na situação que hoje vive”.

A cerimónia teve música, tocada por alunos integrantes da Orquestra Geração e da Orquestra Mestre Domingos Saraiva.

A EPIS foi criada em 2006 por um grupo de dez empresários.

epis associação empresários escolas bolsas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)