Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Aviação: Greves levam turistas a trocarem Portugal por outros destinos

O presidente da Confederação do Turismo Português disse esta quinta-feira que, apesar da desconvocação da greve dos trabalhadores da NAV, "o mal já está feito", defendendo que as paralisações na aviação levam os turistas a trocarem Portugal por outros destinos.
28 de Junho de 2012 às 18:07
Turismo, NAV, greve, aviação, destino, turistas, aeroporto, Francisco Calheiros
Turismo, NAV, greve, aviação, destino, turistas, aeroporto, Francisco Calheiros FOTO: Francisco Calheiros

"Hoje foi anunciada a desconvocação da greve da NAV, mas o mal já está feito. Desde o anúncio das greves que os cancelamentos têm sido sucessivos, não só para os dias das greves como para outros períodos, o que prejudica gravemente o sector do turismo nacional e, consequente, a economia do nosso país", afirmou Francisco Calheiros, em resposta escrita às questões colocadas pela Lusa.

O presidente da Confederação do Turismo Português (CTP) disse que as greves no sector da aviação "já comprometeram o turismo em Portugal, acarretam incertezas para os turistas e fazem com que desistam do nosso país em detrimento de outros destinos, como o Norte de África".

Francisco Calheiros afirmou que, caso a greve dos pilotos se concretize, "será um enorme prejuízo para a economia nacional e para as empresas turísticas".

O responsável disse que "os próprios agentes de viagens estrangeiros preferem vender outros destinos que não Portugal, para assegurar que os seus clientes não se vejam confrontados com uma situação constrangedora".

Os sindicatos dos trabalhadores da NAV decidiram esta madrugada desconvocar a greve que estava prevista para os próximos cinco dias, informou a Comissão de Trabalhadores da empresa responsável pela gestão do espaço aéreo.

"Esta decisão resulta do facto de se terem aberto, junto das Tutelas (Economia e Finanças), vias de diálogo até aqui inexistentes e do compromisso em ser analisada, em conjunto com sindicatos e empresa, a especificidade do modelo de negócio da NAV Portugal e soluções que evitem a perda anual de milhões de euros", refere a nota da Comissão de Trabalhadores da NAV enviada à agência Lusa.

Caso se concretizasse, a greve dos trabalhadores da NAV poderia afectar 2.646 voos e quase 400 mil passageiros, segundo dados divulgados pela ANA – Aeroportos de Portugal.

Turismo NAV greve aviação destino turistas aeroporto Francisco Calheiros
Ver comentários