Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Avós com acordo para ver bebé-milagre

Pais de Sandra Pedro têm direito a quatro horas por mês.
Cláudia Machado 28 de Outubro de 2016 às 08:47
As primeiras imagens de Lourenço Salvador foram divulgadas pelo pai numa entrevista a um jornal britânico
Miguel Ângelo Faria e Sandra Pedro viviam na Póvoa de Santa Iria, no concelho de Vila Franca de Xira
As primeiras imagens de Lourenço Salvador foram divulgadas pelo pai numa entrevista a um jornal britânico
Miguel Ângelo Faria e Sandra Pedro viviam na Póvoa de Santa Iria, no concelho de Vila Franca de Xira
As primeiras imagens de Lourenço Salvador foram divulgadas pelo pai numa entrevista a um jornal britânico
Miguel Ângelo Faria e Sandra Pedro viviam na Póvoa de Santa Iria, no concelho de Vila Franca de Xira

Os avós maternos e o pai de Lourenço Salvador, o bebé-milagre que nasceu no dia 7 de junho com a mãe em morte cerebral, chegaram a acordo na disputa pela custódia do menino.

A criança vai manter-se à guarda do pai, Miguel Ângelo Faria, e os pais da mãe, Sandra Pedro, têm direito a estar com o neto durante quatro horas de um sábado ou de um domingo uma vez por mês.

Além das horas estipuladas para o fim de semana, os avós maternos vão poder continuar a visitar o bebé na casa do pai, desde que o avisem com antecedência.

O acordo foi atingido no Tribunal de Vila Franca de Xira, na passada segunda-feira, e confirmado ao CM por Anabela Pedro, tia de Lourenço e irmã de Sandra Pedro.

"Daquilo que é o meu entendimento, o acordo é provisório e dura até que o meu sobrinho complete um ano, porque ainda faz muita medicação e é muito pequenino", explicou Anabela, referindo-se ao facto de o menino completar apenas cinco meses de vida no próximo dia 7. É vigiado de perto pelos médicos, mas encontra-se bem.

O CM tentou contactar Miguel Ângelo Faria e o advogado que o representa, sem sucesso.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)