Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Banco de Portugal alerta para duas entidades sem autorização para exercer atividades de crédito

BdP registou ainda que tem tido conhecimento de esquemas fraudulentos de uso indevido dos nomes de entidades autorizadas.
Lusa 9 de Junho de 2023 às 15:05
Banco de Portugal
Banco de Portugal
O Banco de Portugal (BdP) alertou esta sexta-feira que a "Maria Braga -- Financiamento" e a suposta entidade que atua no portal https://www.schelhammercapitalag.com/ não estão habilitados a conceder crédito ou qualquer outra atividade financeira ou de consultoria.

Em duas notas publicadas no seu portal, o BdP alerta que "a suposta entidade que tem vindo a atuar através do site https://www.schelhammercapitalag.com/, e do endereço de correio eletrónico info@schelhammercapitalag.com" e que a entidade que atua através do perfil da rede social Facebook acessível em https://www.facebook.com/mariabraga.financia" não estão abrangidas pelo banco central.

O supervisor diz que qualquer uma destas "não está na presente data, nem nunca esteve, habilitada a exercer, em Portugal, qualquer atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal, nomeadamente, a concessão, intermediação e consultoria de crédito".

No caso da suposta entidade que atua no portal https://www.schelhammercapitalag.com/, o banco central chama ainda "a atenção para que não seja confundida com qualquer outra denominação parecida".

O banco central assinala que as atividades de concessão de crédito e as atividades de intermediação e de consultoria relativamente a contratos de crédito "estão reservadas às entidades habilitadas a exercê-las".

O supervisor bancário recordou que a concessão de crédito está reservada às entidades habilitadas a exercê-las, salientando que a lista das entidades autorizadas a concedê-lo, a atuar como intermediários de crédito e a prestar serviços de consultoria pode ser consultada no 'site' do BdP.

O Banco de Portugal registou ainda que tem tido conhecimento de esquemas fraudulentos de uso indevido dos nomes de entidades autorizadas.

"Têm chegado ao nosso conhecimento situações em que o nome de entidades autorizadas é indevidamente utilizado por terceiros em esquemas fraudulentos, pelo que, em caso de dúvida, o Banco de Portugal pode ser contactado através do e-mail info@bportugal.pt", concluiu o supervisor.

Banco de Portugal Portugal economia negócios e finanças política
Ver comentários
C-Studio