Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Bastonário da Ordem dos Médicos apela a coordenação entre hospitais

Região norte está com “pressão elevadíssima”.
Rui Pedro Vieira 16 de Novembro de 2020 às 08:34
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos 
Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos  FOTO: Duarte Roriz
O bastonário da Ordem dos Médicos está preocupado com a “imensa pressão” que os hospitais da região Norte estão a sentir devido à Covid-19, com registo de 91% de ocupação de camas dos Cuidados Intensivos, e diz que a solução, para “nenhum entrar em rutura”, passará por uma coordenação mais estreita com os hospitais das outras regiões do País.

“É importante que, nesta fase crítica em que os hospitais do Norte estão a ter uma pressão elevadíssima, haja uma visão nacional de estreita cooperação entre todos os hospitais”, disse Miguel Guimarães, este domingo à noite, na CMTV. O bastonário, que reconhece que o Hospital de Penafiel é o que tem tido mais problemas, frisou ainda que é preciso uma “gestão crítica nos internamentos, nos Cuidados Intensivos e no transporte de doentes”.

Questionado também sobre se está a par de casos de médicos que já são forçados a escolher doentes, em critérios como o da idade, Miguel Guimarães respondeu: “Não tenho conhecimento de que os meus colegas, os médicos, tenham até agora decidido que doentes devem tratar ou não tratar. Estão a tratar os doentes todos."
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Cuidados Intensivos Covid-19 Norte Miguel Guimarães País CMTV Hospital de Penafiel medicina medicina
Ver comentários