Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Bispos exigem políticas sociais

O comportamento dos políticos que não têm o sentido do bem comum, a crise e o desemprego estiveram na mira dos bispos nesta quadra pascal.
1 de Abril de 2013 às 01:00
D. Jorge Ortiga criticou duramente os políticos
D. Jorge Ortiga criticou duramente os políticos FOTO: Eduardo Martins

O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, que pediu aos diocesanos "rigor" no compasso pascal, criticou duramente os políticos que se refugiam "em questões sem sentido do verdadeiro bem comum", e cujas decisões conduzem ao cenário de crise que se vive, "com milhares de famílias de frigorífico vazio".

Já no final da semana, D. António Marto, o bispo de Leiria--Fátima, tinha apelado a um maior compromisso social na resolução dos problemas do País. Também o bispo de Bragança-Miranda recordou na mensagem de Páscoa os que são atingidos pelas consequências de crises "sociais e económicas".

"Gostaria de saudar a todos, e de modo especial os doentes, os mais velhos, os que vivem a solidão, os que são vítimas da pobreza, do desânimo e das crises sociais e económicas, disse D. José Cordeiro.

Já o bispo de Aveiro, D. António Francisco dos Santos, aproveitou para frisar as "dificuldades por que passam as empresas": "A tragédia do desemprego, que a todos aflige, exige da Igreja uma intervenção lúcida e corajosa". D. Manuel Clemente, bispo do Porto, referiu que a "verdade da cruz é a verdade do Mundo", sublinhando o caráter efémero das coisas do Mundo.

bispos d. jorge ortiga páscoa mensagem políticos solidariedade d. antónio marto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)