Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Braga e Guimarães ligadas por metro

Autarquias preveem um investimento de 150 milhões de euros.
Secundino Cunha 1 de Agosto de 2020 às 09:41
Ricardo Rio e Domingos Bragança
Ricardo Rio e Domingos Bragança FOTO: Direitos Reservados
Até 2030, as cidades de Braga e Guimarães devem ser ligadas por metro de superfície. O projeto está a ser trabalhado pelas respetivas autarquias e deve representar um investimento de 150 milhões de euros.

"Já estamos a trabalhar nesse objetivo", afirmou o presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, lembrando que "ou aproveitamos agora este novo quadro comunitário de apoio e o fundo de recuperação económica, ou este projeto pode ficar comprometido".

A ideia inicial, avançada há cerca de duas décadas, apontava para uma ligação em quadrilátero, integrando também as cidades de Famalicão e Barcelos, mas os custos elevados foram adiando o projeto.

Desta vez, assegura o presidente da Câmara de Guimarães, "o projeto é dividido em duas fases, sendo a primeira a ligação entre Guimarães e Braga, cuja preparação já se iniciou". Para mais tarde, ficará a ligação ferroviária às outras duas cidades.
Quem também já manifestou apoio ao avanço desta linha de metro, foi o secretário de Estado da Economia, João Neves, para quem "a inexistência de instrumentos de mobilidade conduz ao enquistamento de territórios densamente povoados".

"Vivemos um quadro muito favorável, com a aprovação do plano de recuperação económica, que temos de aproveitar", lembrou o governante. Já Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, manifesta apoio ao projeto, mas lembra que é necessário avançar com os estudos de definição do traçado.
Braga Guimarães economia negócios e finanças economia (geral) política autoridades locais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)