Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Câmara de Silves adquire robô para limpeza de mato e prevenção de incêndios

Máquina que pode ser manobrada remotamente permitirá operar em áreas de difícil acesso.
Lusa 8 de Novembro de 2019 às 17:17
Bombeiros no combate aos fogos
Bombeiros no combate às chamas
Bombeiros
Bombeiros no combate aos fogos
Bombeiros no combate às chamas
Bombeiros
Bombeiros no combate aos fogos
Bombeiros no combate às chamas
Bombeiros
A Câmara de Silves adquiriu um robô de rasto para trabalhos de desmatação, o que permite melhorar o "trabalho e a segurança" dos sapadores na prevenção de incêndios, afirmou esta sexta-feira à Lusa a presidente da autarquia.

Em declarações à Lusa, Rosa Palma adiantou que este é "o primeiro equipamento público, desta especificidade, a operar no Algarve", que irá permitir atuar de uma forma" mais imediata nas estradas e em zonas próximas das áreas urbanas".

A máquina, que pode ser manobrada remotamente, permitirá operar em áreas de difícil acesso, sem comprometer a segurança dos operacionais, facilitando o trabalho dos sapadores florestais, que até aqui procediam ao trabalho de desmatação com recurso a moto roçadores.

As equipas de sapadores vão ter uma formação específica para manobrar o equipamento, que representa um investimento de 75 mil euros, possibilitando "um trabalho independente e complementar ao das máquinas de rasto".

A autarquia pretende, assim, aumentar a capacidade de intervenção na criação de áreas de defesa de aglomerados populacionais e vias de comunicação, garantindo a sua implementação nas principais áreas de risco: São Marcos da Serra, São Bartolomeu de Messines e Silves.

Desde 2014, que a autarquia tem tido uma ação mais ativa na desmatação, criação de acessos e limpeza das faixas de combustível, tendo, até, estabelecido um acordo com o Exército Português para esse fim.

No entanto, segundo Rosa Palma, apesar de "não haver garantia de proteção de 100%", como aconteceu no grande incêndio de 2018, há uma "consciência mais tranquila por antever e prevenir o que é possível".

A presidente do município de Silves, que tem uma vasta área florestal, relembrou que, nos últimos anos, só em 2019 o concelho "não foi assolado por um incêndio".

Em agosto do ano passado, o incêndio que começou em Monchique -- o maior da Europa em 2018 -- alastrou-se também ao concelho de Silves, obrigando a retirar dezenas de pessoas das suas habitações por precaução.

Rosa Palma Silves Câmara de Silves política autoridades locais questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)