Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Câmara do Funchal vacinou 3.100 animais domésticos em seis campanhas antirrábicas

Vacinas não representaram "quaisquer custos para os seus detentores".
Lusa 10 de Abril de 2021 às 16:03
Funchal
Funchal FOTO: Octavio Passos/Getty Images
Mais de 3.100 cães e gatos foram vacinados nas seis campanhas desenvolvidas pela Câmara Municipal do Funchal, anunciou hoje o presidente da autarquia, no início da sétima ação de vacinação antirrábica.

"Em virtude da crise sanitária em curso, a campanha será realizada com fortes medidas de segurança, mas o município não podia deixar de dar continuidade a este trabalho, na sequência do sucesso que se tem verificado com este projeto e daquilo que as pessoas já estão a contar", declarou o presidente da câmara do Funchal, Miguel Silva Gouveia.

O autarca, responsável pelo principal município da Região Autónoma da Madeira, presidido pela coligação Mudança (PS, BE, PDR e Nós, Cidadãos!), referiu que as seis primeiras companhas de vacinação incluíram a identificação com 'microchip', o registo, a desparasitação interna e o respetivo licenciamento na junta de freguesia.

Até hoje, um total de 3.170 animais domésticos foram vacinados, "não representando quaisquer custos para os seus detentores", declarou.

A iniciativa de vacinação gratuita está a percorrer todas as freguesias do concelho, abrangendo "animais domésticos com mais de três meses de idade" e decorreu hoje na zona do Imaculado Coração de Maria, prosseguindo, domingo, em São Pedro.

A 14 de abril, os trabalhos continuam em São Gonçalo e, no próximo sábado, dia 17, nas freguesias de Santa Luzia e São Roque.

Esta campanha "destina-se aos animais dos residentes de cada freguesia e, de modo a não haver aglomerados de pessoas e animais, devem ser efetuadas marcações horárias no ato da inscrição com a própria junta", indicou.

Miguel Silva Gouveia assegurou que "a autarquia continua empenhada em criar condições para que todos os munícipes possam vacinar e identificar os seus animais de forma gratuita, com o objetivo de assegurar a cobertura da profilaxia antirrábica dos animais domésticos e um maior controlo da existência destes no Funchal".

O responsável adiantou que "estas campanhas de vacinação gratuita foram uma iniciativa do atual executivo municipal, desenvolvidas em colaboração com as juntas de freguesia do concelho".

Também enfatizou que foi possível "chegar a muitos portadores de animais que, pela primeira vez, foram sensibilizados para os hábitos anuais que têm de ter com os seus cães e gatos".

Funchal Câmara Municipal do Funchal Miguel Silva Gouveia política autoridades locais saúde questões sociais
Ver comentários