Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Cancro aumentou 5% em seis anos

Em seis anos, o número de casos de cancro registados nos hospitais e centros de saúde do Sul do País (que engloba Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve e Madeira), aumentou 5%, atingindo um total de 19 300 numa população de 4,5 milhões. Os dados foram ontem apresentados nas Jornadas do Registo Oncológico do Sul (ROS) e reportam-se ao período entre 2001 e 2007. Entre as razões para esta subida está o aumento da esperança média de vida.
18 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Envelhecimento da população faz aumentar doenças oncológicas
Envelhecimento da população faz aumentar doenças oncológicas FOTO: d.r.

O cancro do pulmão continua a ser o mais letal, seguido do da próstata. Mas, em determinadas doenças oncológicas, a incidência está a diminuir. É o caso do cancro da mama, cujo número de casos desceu de 104 por 100 mil habitantes em 2001 para 98,8 em 2007.

A directora do ROS, Ana Miranda, afirma que a subida de número de casos obriga as unidades de saúde a prepararem-se para dar resposta a mais doentes. Um alerta que foi também deixado há dias por um grupo de especialistas que elaborou a Carta de Princípios de Coimbra – um documento que faz uma radiografia do estado do tratamento oncológico.

Para Ana Miranda, a melhoria dos tratamentos passa também por um aumento mais rápido dos cuidados paliativos. "Quando falamos deste tipo de patologias, temos que pensar que toda a envolvente precisa de apoio. Temos que desenvolver mais rapidamente os cuidados paliativos", para dar resposta ao aumento esperado de casos devido à maior longevidade da população, afirmou, citada pela Lusa.

Uma das formas para combater as doenças oncológicas passa ainda pela melhoria do diagnóstico precoce. Hoje é assinado um protocolo no Porto que permitirá alargar o rastreio do cancro da mama a todas as mulheres daquela região. A meta da Administração Regional de Saúde e da Liga contra o Cancro é a cobertura total da população em dois anos. A ministra Ana Jorge estará presente no lançamento do rastreio do cancro do colo do útero e da retinopatia diabética.

APONTAMENTOS

AUDIÇÃO PARLAMENTAR

A Comissão de Saúde aprovou ontem o pedido do CDS para ouvir o coordenador nacional para a oncologia.

CRÍTICA AO TRATAMENTO

A Carta de Princípios de Coimbra considera "sofríveis" os resultados obtidos contra o cancro.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)