Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Cancro da mama aumenta em mulheres com menos de 40 anos

O diagnóstico precoce é o maior aliado no combate ao cancro da mama.
João Saramago 30 de Outubro de 2016 às 10:37
Cancro da Mama
Cancro da Mama FOTO: Getty Images
Há um número crescente de mulheres com menos de 40 anos com cancro da mama, o alerta vem do Instituto Português de Oncologia do Porto quando se assinala o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama.

O diagnóstico precoce é o maior aliado no combate ao cancro da mama. As mulheres que fazem o exame numa fase inicial da doença têm a probabilidade de ter mais de 90% de hipótese de cura.

Contudo, continuam a surgir nos hospitais mulheres em fase avançada da doença. Há cerca de seis mil novos casos por ano. Em 300 destas situações a doença está bastante desenvolvida.

O cancro da mama possui factores de risco, tais como a toma da pílula, o consumo de bebidas alcoólicas e tabaco, ou uma primeira gestação tardia, já depois dos 30 anos.

Embora não representem mais de 4% dos novos casos, há um número crescente de mulheres com menos de 40 anos a quem lhe é diagnosticada a doença.

Nesta faixa etária o cancro da mama tem um acréscimo anual de 2%.

Em 2014 foram registados 1686 mortes por cancro da mama. Um acréscimo de 1,63% face ao ano anterior.
cancro mama prevenção saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)