Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Casal divide prémio do Euromilhões

Os cinco anos que o caso da divisão do prémio do Euromilhões ganho por um casal de namorados de Barcelos já leva nos tribunais rendeu mais um milhão de euros em juros. Ontem, o Supremo Tribunal de Justiça confirmou a divisão, em duas partes iguais, dos 15 milhões de euros ganhos por Cristina Simões e Luís Ribeiro.

13 de Julho de 2012 às 01:00
Cristina Simões e Luís Ribeiro já podem levantar o prémio
Cristina Simões e Luís Ribeiro já podem levantar o prémio FOTO: Fotos Jorge Silva

Após a recusa do Supremo em fazer a "revista excepcional" do processo interposta pelo advogado da jovem de 23 anos, de Remelhe, Barcelos, o ex-casal, que se desentendeu após ganhar o Euromilhões, pode agora levantar o dinheiro do prémio.

Vasco Cardoso, advogado de Luís Ribeiro, confirmou ao CM que hoje mesmo vai tentar fazer o levantamento do prémio que, só em juros, já rendeu mais um milhão de euros. "Temos de confirmar, mas cada parte já terá rendido pelo menos meio milhão", adiantou ao CM o causídico.

Assim sendo, tanto Cristina como Luís deverão receber, cada um, oito milhões de euros.

O prémio de 15 milhões foi ganho pelo casal de namorados em 2007. Mas a sua divisão acabou por levar à separação do casal, já que Cristina entendia que o prémio era apenas seu porque era ela quem ditava os números e pagava o registo. O então namorado garantia que o boletim era sempre preenchido em conjunto. O caso foi levado a julgamento e foi esta tese que vingou nos tribunais, cinco anos depois do sorteio do Euromilhões.

Euromilhões Supremo Tribunal Justiça decisão prémio Cristina Simões Luís Ribeiro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)