Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Casos de coágulos da AstraZeneca trazem insegurança mas maioria dos portugueses quer ser vacinada, diz DECO

Inquérito foi realizado entre 26 e 30 de março, em Portugal, em Espanha, em Itália e na Bélgica junto da população entre os 18 e os 74 anos.
Correio da Manhã 8 de Abril de 2021 às 12:25
Vacina da Astrazeneca
Vacina da Astrazeneca FOTO: Getty Images

Os casos de coágulos no sangue após a toma da vacina anti Covid da AstraZeneca trouxeram dúvidas sobre a sua segurança. Ainda assim, apenas 5% dos inquiridos pela DECO recusam serem inoculados e 10% dizem que talvez não o sejam. Num estudo com quatro países europeus, os portugueses são os mais confiantes.

"A confiança na vacina da AstraZeneca ficou abalada para 63% dos portugueses. Mas não foi a única a sofrer o embate. Entre os nossos conterrâneos, 41% também reportaram um impacto negativo sobre as restantes. Não significa, porém, que os portugueses recusem a vacinação. Apenas 5% estão certos de uma tal decisão e 10% hesitam, com mais probabilidade para o 'não' ", pode ler-se no site da Deco Proteste.

Se fossem convocados para serem vacinados na próxima semana, 59% dos portugueses que ainda não a tomaram aceitariam a proposta sem reservas e mais 26%, apesar das dúvidas, provavelmente faziam o mesmo.

"Quanto mais bem informados se afirmam os inquiridos, maior é a predisposição para receber a vacina. Por outro lado, esta vontade é também superior na faixa etária acima dos 64 anos", sublinha a nota.

O inquérito foi realizado entre 26 e 30 de março, em Portugal, em Espanha, em Itália e na Bélgica junto da população entre os 18 e os 74 anos.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários