Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Cateter trata cancro

Um novo tratamento para o cancro no fígado, patologia que está a aumentar em Portugal, chegará aos doentes a partir do próximo ano. A terapia – já aplicada pela Universidade de Navarra em Espanha – será por radioembolização, técnica reconhecida pelos menores efeitos secundários.

26 de Outubro de 2008 às 00:30
O consumo de álcool pode levar à cirrose e ao cancro do fígado
O consumo de álcool pode levar à cirrose e ao cancro do fígado FOTO: d.r.

"O fígado é um órgão muito sensível à radioterapia. Por vezes, para destruir o tumor, provocam-se lesões graves nos tecidos sãos do fígado. Este tratamento, não cirúrgico, é introduzido via artéria por cateter de umas microesferas com ‘Ytrium’ directamente no tumor", explicou ao CM Luís Lebre, director clínico da Quadrantes, clínica médica e de diagnóstico responsável pelas jornadas sobre radioterapia, que decorreram ontem em Évora.

O clínico, que acredita na "melhoria da qualidade e do prolongamento da vida dos doentes" com este tratamento, acrescentou que o mesmo será aplicado em Portugal após a concretização da parceria entre radioterapeutas da clínica, Centro Cirúrgico e especialistas dos Hospitais Universitários de Coimbra. No País, o cancro do fígado tem vindo a aumentar. A doença é também caracterizada pela elevada mortalidade. "É um cancro silencioso que em muitos casos é diagnosticado tardiamente", precisou Luís Lebre.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)