Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Cavalo-marinho está em risco de desaparecer

Pesca ilegal é direcionada para a medicina chinesa.
Tiago Griff 2 de Janeiro de 2018 às 08:38
A carregar o vídeo ...
Pesca ilegal é direcionada para a medicina chinesa.
O que já chegou a ser a maior população de cavalos-marinhos do Mundo está quase completamente dizimada.

Em meados de 2000, estimava-se que a espécie rondava os dois milhões de exemplares na ria Formosa e agora, segundo os últimos estudos, desapareceram 94% dos cavalos-marinhos de focinho comprido e 73% dos de focinho curto. A Polícia Marítima está a combater a captura ilegal.

"As populações têm estado a decrescer também devido à pesca ilegal dirigida aos cavalos-marinhos, algo que não existia há dois anos", conta ao CM o investigador Miguel Correia.

A pesca ilegal tem crescido devido à procura de cavalos-marinhos para a medicina tradicional chinesa, porque dizem que ajuda a curar várias doenças, apesar de não haver factos científicos que o comprovem. "Isto pode levar ao fim dos cavalos-marinhos na ria Formosa", diz Miguel Correia.

PORMENORES
Fiscalização
A Autoridade Marítima tem estado a combater esta apanha ilegal com ações de fiscalização regulares por parte da Polícia Marítima de Faro e Olhão, tendo já feito várias apreensões.

Multa pesada
Face à situação frágil, as multas para quem for detido a apanhar cavalos-marinhos podem chegar aos 40 mil euros.

Família detida
Uma família portuguesa foi detida em Espanha, em 2017, na posse de 7 quilos de cavalos-marinhos com destino à China.
Mundo Formosa Polícia Marítima Miguel Correia interesse humano animais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)