CDS questiona atrasos no pagamento de 'vouchers' de livros escolares

PArtido diz que livrarias continuam à espera de receber dinheiro dos livros, dois meses depois do arranque das aulas.
Por Lusa|09.11.18
O CDS-PP questionou esta sexta-feira o Ministério da Educação se vai "cumprir o prometido e realizar os pagamentos em falta" a livrarias que, passados dois meses sobre o início das aulas, continuam sem receber dinheiros dos "vouchers".

Numa pergunta enviada ao Ministério da Educação, através do parlamento, os centristas recordam que a sua bancada tem sido contactada por "vários proprietários e responsáveis de livrarias independentes" a "denunciar atrasos significativos no pagamento dos 'vouchers' emitidos e resgatados no âmbito do programa de manuais escolares gratuitos".

"Muitos livreiros afirmam ter recebido menos de 50% do que lhes é devido pelo Estado neste sistema definido pelo Ministério da Educação e que, desde o começo, trouxe dificuldades aos livreiros e criou entraves a um início tranquilo do ano letivo", lê-se no texto da pergunta do CDS, assinado por Ana Rita Bessa e Patrícia Fonseca.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!