Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Chaves de negro pelo tribunal

Uma faixa negra pendurada no tribunal, outras da mesma cor penduradas nos varandins de alguns escritórios e uma marcha pelas ruas da cidade de Chaves, vestidos com as togas – foi assim que 70 advogados flavienses, que estão de greve até 3 de Novembro, protestaram ontem de manhã contra a desclassificação do tribunal da cidade, levada a cabo pela reforma do sistema judiciário, que entrega os processos de Grande Instância Civil e Criminal a Vila Real.
30 de Outubro de 2012 às 01:00

Márcia Teixeira, da Ordem dos Advogados, explica: "Não aceitamos porque temos pendências suficientes, temos espaço, gabinetes, magistrados. Porque as coisas em Chaves funcionam bem. Não é Chaves, nem o interior norte, que atrasa a justiça."

Já o bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, que acompanhou o protesto, afirmou que os tribunais "não são peças de xadrez no tabuleiro dos caprichos dos burocratas do Ministério da Justiça" .

Para Marinho Pinto, "a ministra [Paula Teixeira da Cruz] mexe com os direitos dos cidadãos com a volúpia com que Charlie Chaplin mexia o globo no filme ‘O Grande Ditador’".

CHAVES TRIBUNAL LUTO PROTESTO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)