Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Chuva afeta produção de cerejas em Macedo de Cavaleiros

Produtores obrigados a retirar o fruto das árvores rapidamente para garantir qualidade.
Tânia Rei 11 de Junho de 2018 às 09:00
Produção de cereja
Produção de cereja
Produção de cereja
Produção de cereja
Produção de cereja
Produção de cereja
Começaram a ‘pintar’ quase três semanas mais tarde do que o habitual e a chuva fora de tempo não veio ajudar à produção de cereja.

"A água foi muita para este tipo de fruta, que acaba por abrir ao desenvolver", explica Quintino Vila-Franca, produtor de Lamas, em Macedo de Cavaleiros. "Temos retirado das árvores o mais rápido possível para que não haja tanto prejuízo e tem também que chegar ao consumidor mais depressa para garantir a qualidade", acrescenta outro produtor, Carlos Pires.

Naquela freguesia, os mais de 30 produtores colhem cerca de 250 toneladas de cereja por ano. Recentemente, formaram até uma associação de produtores, que tem como objetivo uniformizar o produto que chega ao mercado. Dezanove agricultores já aderiram.

"A cereja daqui tem caraterísticas especiais porque estamos numa zona de vale, que tem um microclima", afirma Leonardo Vila-Franca, que é também o presidente da Junta de Lamas.

Em curso está a certificação de Denominação de Origem Protegida para a cereja. "O processo foi iniciado há um ano. O calibre desta cereja é maior do que o de outras regiões e é muito doce. Não é possível conseguir estas particularidades noutras zonas do país.

Aliás, isso acontece mesmo na freguesia", assegura Paulo Pires, vice-presidente da junta de freguesia e grande produtor de fruta.

Empenhados em promover a cereja, os produtores promovem, na aldeia, no próximo fim de semana, a primeira feira dedicada àquele produto típico da primavera e do mês de maio, mas que, este ano, devido às adversidades meteorológicas, é consumido mais tarde.
cerejas produção Macedo chuva
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)