Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Clínicas recusam doentes de hepatite

Onze clínicas de diálise em todo o País, da empresa NephroCare, vão encerrar até ao final deste mês as salas de tratamento aos doentes com hepatite B. A denúncia partiu do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), e o Ministério da Saúde, através da Inspecção--Geral das Actividades em Saúde (IGAS), está a investigar o caso. A empresa promete um esclarecimento para hoje.
25 de Outubro de 2011 às 01:00
As clínicas de diálise da NephroCare vão recusar tratar, a partir de Novembro, doentes de hepatite B
As clínicas de diálise da NephroCare vão recusar tratar, a partir de Novembro, doentes de hepatite B FOTO: Filipa Couto

O SIM refere que as clínicas NephroCare enviaram ofícios às várias administrações regionais de Saúde a informar que "a partir de Novembro os portadores de hepatite B devem ver as ARS diligenciar a transferência para unidades de hemodiálise alternativa". Uma medida classificada como "absolutamente louca do ponto de vista ético e técnico, tendo por base a contenção de custos a que as empresas de diálise se auto-submeteram após a redução do preço compreensivo imposto por despacho".

A NephroCare tem clínicas em Ponte da Barca, Braga, Maia, Vila Nova de Gaia, Santa Maria da Feira, Viseu, Guarda, Coimbra, Lisboa, Barreiro e Faro.

Fonte do Ministério da Saúde explica que foi "aberto um processo de investigação" para saber se "há violação de acordos".

O bastonário da Ordem dos Médicos, José Manuel Silva, afirmou ao Correio da Manhã que "este é um exemplo de como o Estado está refém de interesses dos privados, estando a sofrer as consequências que não podem colocar em risco o Serviço Nacional de Saúde nem a qualidade e o adequado tratamento aos doentes".

João Rodrigues, da Federação Nacional dos Médicos, afirma que as "convenções com o Estado não discriminam os doentes". O mesmo responsável salienta ainda ser "difícil de acreditar que há médicos envolvidos na recusa de tratamento".

CLÍNICAS HEPATITE NEPHROCARE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)