Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Coágulos sanguíneos assumidos como efeitos secundários da toma da vacina Covid-19 da Astrazeneca

Agência Europeia do Medicamento decide que episódios tromboembólicos passam a constar da listagem dos efeitos secundários.
Francisca Genésio 8 de Abril de 2021 às 09:11
Vacina
António Costa pede cautela
Vacina
António Costa pede cautela
Vacina
António Costa pede cautela
A Agência Europeia do Medicamento (EMA) revelou esta quarta-feira que há uma “possível ligação” entre a vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela AstraZeneca, e a formação de coágulos sanguíneos. Ainda assim, os “benefícios continuam a superar os riscos”, já que os episódios de tromboembolismo são “casos muitos raros” e, por isso, a imunidade continua a ter luz verde por parte da EMA. Há, no entanto, uma alteração: os episódios tromboembólicos passam a constar da listagem dos efeitos secundários.

Sobre a decisão, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou: “Pela minha parte só tenho a dizer que se os técnicos entendem que assim é, só tenho a dizer ‘muito bem.’” Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que a reação adversa é “plausível, mas não confirmada”, e que “são necessários estudos especializados”. Os peritos da OMS acrescentam que vão continuar a recolher mais dados.

Segundo a EMA, foram registados 62 casos de trombose do seio venoso cerebral e 24 casos de trombose venosa esplâncnica até 22 de março, bem como 18 mortes, num universo de cerca de 25 milhões de vacinados na União Europeia. A grande maioria dos casos foi detetada em mulheres, sobretudo maiores de 65 anos (ver mais na infografia). Três das mortes registadas aconteceram em jovens. O Reino Unido pondera que menores de 30 anos tomem outra vacina. A EMA garantiu que vai avaliar a possibilidade.

Esta quarta-feira, a presidência portuguesa do conselho da UE agendou uma reunião de urgência dos ministros da Saúde, por videoconferência, para debater as conclusões dos peritos sobre os eventuais riscos associados à vacina AstraZeneca contra a Covid-19. Também Emer Cooke, diretora-executiva da EMA, revelou que ainda iria reunir com representantes dos vários Estados-Membros para discutir os resultados agora apresentados, assim como o impacto que estas reações adversas poderão ter nas campanhas de vacinação nos vários países.

pormenores
Reações na 2ª dose
Os relatos dos casos de coágulos sanguíneos com baixas plaquetas foram registados duas semanas após a primeira dose. A EMA ainda não tem dados que permitam dizer se haverá o mesmo tipo de reações na 2ª.

Doses diferentes
A Agência Europeia do Medicamento reconhece a necessidade de se otimizar a vacinação, mas ainda não pode recomendar que se usem doses de vacinas diferentes na mesma pessoa.

Temido diz que pandemia é desigual
A ministra da Saúde, Marta Temido, disse que a pandemia é “marcadamente desigual”, tendo em conta que a Covid-19 atinge, sobretudo, pessoas em situação mais vulnerável.

1383 milhões para o Serviço de Saúde
A titular da pasta da Saúde anunciou que o Serviço Nacional de Saúde contará com um investimento de 1,383 mil milhões de euros, através do Plano de Recuperação e Resiliência.

Costa preocupado com imunização
Sobre a continuação da vacinação de professores e pessoal não docente, Costa espera que “no próximo fim de semana nada se perturbe com as decisões da Agência Europeia do Medicamento”, para que se prossiga o processo. O primeiro-ministro lembrou que “a escola não é um local de risco”, mas deixou claro que todos têm de ter “cautela”, mantendo as regras de higiene e segurança, já que há novas variantes em circulação.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários