Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Cocaína nas águas residuais da ETAR de Alcântara

Análise revelou moléculas de cocaína nas águas residuais, em Lisboa
17 de Novembro de 2013 às 20:49
Cocaína, Água, Alcântara, Lisboa, ETAR
Cocaína, Água, Alcântara, Lisboa, ETAR FOTO: Diogo Bento
A análise às águas revelou que foram consumidas 7500 doses de cocaína impura, por dia, num local onde se encontram os resíduos de 380 a 400 mil pessoas. Estes valores estimam que por cada 50 pessoas se possa atribuir uma dose de cocaína.

O estudo levado a cabo pela Faculdade de Farmácia de Lisboa, nunca antes feito, possibilitou a análise do consumo de cocaína na zona de Alcântara.

Os resultados mostraram que o consumo de cocaína é de 1,8%, no centro da cidade de Lisboa.

Não existe perigo para a saúde pública, tendo em conta que os vestígios da droga são eliminados no tratamento da ETAR.
Cocaína Água Alcântara Lisboa ETAR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)